DIAGNÓSTICO PRECOCE

Dor na perna que não passa, dificuldade para enxergar, febre, mal-estar, falta de apetite. Por mais inofensivos que pareçam, a persistência destes sintomas por vários dias seguidos deve chamar a atenção dos pais, professores e médicos. Eles podem indicar algum tipo de câncer e, se ignorados, dificultam o diagnóstico precoce, essencial para a cura da doença. Também é importante não ignorar as queixas das crianças, agindo como se elas inventando os sintomas.

  • Leucemia: a criança fica mais suscetível a infecções, fica pálida, apresenta sangramentos e manchas pelo corpo e pode sentir dor óssea.
  • Retinoblastoma: um sinal importante é o chamado "reflexo do olho do gato", embranquecimento da pupila quando exposta à luz - em fotos, por exemplo. Fotofobia (sensibilidade à luz) e estrabismo também podem indicar a doença.
  • Tumor de Wilms e Neuroblastoma: o aparecimento de um inchaço ou massa no abdome é o sintoma mais comum.
  • Osteossarcoma: dor constante no membro afetado.
  • Tumor de sistema nervoso central: a criança com o tumor costuma se queixar de dor de cabeça, vômitos e pode apresentar alterações motoras ou cognitivas e paralisia de nervos.
Fundo de Assistência à Criança
Todos os direitos reservados

Fone: (11) 3141-9965
Fax: (11) 3283-2501

E-Mail: doacao@fundodeassistenciaacrianca.org.br